Foto: Visit Bergen
Pra lá, por quê?Europa
26/12/2017 | 6 comentários

Bergen e os fiordes noruegueses

Quem já esteve em mais de 40 países não precisa de desculpa para viajar, mas a engenheira (e aniversariante da semana) Cláudia Schunk usou a paixão por uma banda de pop-rock como justificativa para ir à Noruega.

Achei o país exótico, diferente...E queria muito conhecer por causa do A-ha (risos)!”

Cláudia foi até lá por uma banda de Oslo, mas se encantou mesmo com Bergen.

A segunda maior cidade norueguesa está longe de ser uma metrópole nos padrões brasileiros, tem cerca de 250 mil habitantes, mas é justamente essa mistura entre o desenvolvimento e as referências interioranas que encanta os visitantes.

Rio com prédios de madeira coloridos nas margens, barcos atracados e montanha ao fundo Blog Vem Por Aqui

Atrações

Bergen foi fundada há 900 anos e tem suas raízes na Era Viking. Um dos pontos mais turísticos é Bryggen, o cais hanseático, onde estão os famosos predinhos coloridos, edifícios comerciais que começaram a ser construídos em 1101, pegaram fogo em 1702 (só 25% das construções se salvaram) e foram refeitos ao longo dos anos, e depois de outros incêndios.

Pessoas sentadas em mesas de bares diante dos prédios coloridos Blog Vem Por Aqui

Tanto fogo se explica porque a madeira é o principal material em muitas áreas da cidade. Casinhas que parecem de boneca se espalham pela parte antiga.

Casas de madeira em ruazinha de pedra com sofá ao lado de um banco de madeira no começo da rua Blog Vem Por Aqui

As sete montanhas que circundam Bergen ajudam a manter a posição entre os lugares mais chuvosos do planeta.

Cláudia deu sorte durante a visita e pegou dias de sol.

Aproveitando o clima, foi de trem até Flåm, fazendo um trajeto que foi considerado dos mais bonitos do mundo, pelo guia Lonely Planet.

Montanha com encostas verdes e rio ao lado com trilho passando entre o rio e a montanha Blog Vem Por Aqui

Depois de passar uma noite no vilarejo, voltou para Bergen por um caminho tão impressionante quanto o primeiro, de barco, passando pelos fiordes.

Fiorde com água passando entre as montanhas Blog Vem Por Aqui

No Centro de Informações Turísticas, em frente ao mercado de peixes, é fácil pegar dados de empresas que oferecem o passeio.

Bancas do mercado com peixes e placa com a inscrição "Fish Me" pregada numa coluna no meio de uma das bancas Blog Vem Por Aqui

Outra atração adorada pelos visitantes é o funicular que leva até o Monte Fløyen.

Funicular subindo a trilha no meio de uma montanha Blog Vem Por Aqui

A vista do alto rende fotos lindas. O ingresso custa kr$ 90 (coroas norueguesas), o equivalente a R$ 35, mas o Viajando Bem e Barato deu uma dica para quem quer andar de graça no bondinho.

Pessoas no topo da montanha observando a vista que dá para o mar e as casas da cidade Blog Vem Por Aqui

Bergen também tem museus, uma fortaleza e um aquário famosos. O Viaje na Viagem recomendou uma guia turística que fala português no post que fez sobre a cidade.

Já o site de promoção ao turismo na Noruega tem 16 sugestões dos moradores de lugares para comer, beber e comprar.

Para quem gosta de agito, a melhor época para visitar Bergen é entre o final de maio e o começo de julho, quando acontece o Festival Internacional, com apresentações de música, dança, literatura e outras artes. No ano que vem o evento acontece entre 23 de maio e 06 de junho.

Orquestra se apresentando dentro de uma igreja com teto alto de madeira e público assistindo sentado Blog Vem Por Aqui

No Booking você encontra 204 opções de hospedagem em Bergen e outras 13 em Flåm.

Veja nos links abaixo outros lugares por onde a Cláudia já passou.

Compartilhe

Comentários

  1. Soraia disse:

    Eu tinha esta vontade e por este mesmo motivo.
    Em Junho passado, fui até Giske assistir a gravação do acústico da banda e posso dizer que, tanto pelo evento, quanto pela beleza da cidade, tudo valeu a pena.
    Visitar a Noruega foi muito enriquecedor e ficará para sempre na minha memória.

    Parabéns pelo relato e pela beleza das fotos.

    1. Érika Gimenes disse:

      Que legal, Soraia! Se quiser contar sobre a sua experiência e dar suas dicas, escreva para a coluna Na Sua, mandando um texto com a história e suas fotos. O e-mail é contato@vemporaqui.com.br

  2. Tânia Mara disse:

    Erika, eu gostaria de saber como são os pedágios na Noruega?

    1. Érika Gimenes disse:

      Oi Tânia! Os pedágios na Noruega, geralmente fazem cobranças automáticas, pelo registro da placa feito pelas câmeras ou a liberação por uma tag pré-adquirida, como o nosso Sem Parar. Se você alugar um carro por lá a cobrança normalmente será feita no final da locação, já que eles já vem com essa tag (confira com a locadora). Caso você venha de outro país com o carro pode ter que registrá-lo para pagamento para evitar multas. Esses posts aqui vão te ajudar:
      Sobre o sistema –
      https://www.visitnorway.com.br/planeje-sua-viagem/como-mover-se/de-carro/
      http://www.autopass.no/visitors-payment?_ga=2.92694877.1104271869.1514446068-1882635876.1514446068
      Sobre os valores cobrados –
      http://www.autopass.no/_attachment/71964/binary/1223768

  3. Marta disse:

    Que viagem fantástica! Adoraria conhecer esses fiordes da Noruega. Parabéns pelo post.

    1. Érika Gimenes disse:

      Obrigada, Marta! Que bom que gostou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *