Pra lá, por quê?Oceânia
22/12/2016 | Nenhum comentário

Waitomo Caves e a arte feita por vermes

Foi no meio de uma lua de mel com paisagens deslumbrantes que Érika Schunk conheceu um lugar de beleza incomum e uma história intrigante. Essa engenheira, que fez mais de 20 viagens internacionais, passou por aqui contando como é viver no Chile e em Miami, agora, deixa essa dica preciosa pra gente.

Waikato é uma região da ilha norte da Nova Zelândia com paisagens de tirar o fôlego.

Casas de estilo medieval iluminadas em frente a um rio e no meio de uma grande pastagem verde Blog Vem Por Aqui

Há desde longos pastos verdes (que até serviram de cenário para o filme O Hobbit) a vilarejos charmosos, piscinas de águas termais, praias e cavernas misteriosas.

O conjunto de Waitomo Caves é formado por labirintos debaixo da terra com rios, estalactites, estalagmites e um surpreendente céu iluminado.

Estalactites no teto da caverna Blog Vem Por Aqui

Você entendeu bem, dentro das cavernas há reproduções perfeitas de noites estreladas.

Barco na entrada da caverna com turistas olhando o começo do céu iluminado Blog Vem Por Aqui

O trabalho é obra dos glow worms, ou vermes luminosos, que na verdade são larvas de um tipo de inseto do tamanho de um mosquito que atraem suas presas com a bioluminescência.

Teto da caverna iluminado, cheio de glow worms com coloração esverdeada Blog Vem Por Aqui

Cada caverna pode ter de seis a sete mil deles e é preciso muito cuidado para não irritar os moradores ilustres. Eles não gostam de toques ou de muito barulho. Uma reportagem do Bom Dia Brasil mostrou a beleza de Waitomo.

Pessoas sentadas num pneu fazendo rafting na caverna e águas esverdeadas pelas luzes das lanternas Blog Vem Por Aqui

Como a Nova Zelândia também é a terra dos esportes radicais, não demorou muito para inventarem um jeito ousado de se visitar as caves. No black rafting os participantes se jogam em rios e quedas d´água que passam pelas cavernas deslizando em pneus.

Para conhecer outro ponto maravilhoso da Nova Zelândia e ver mais dicas da Érika, clique nos links abaixo.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *