Foto: Tourismus Salzburg
Pra lá, por quê?Europa
09/03/2017 | Nenhum comentário

A doce melodia de Salzburgo

A professora de educação física Elizabete Maia já visitou 17 países e esteve várias vezes na Europa. Amante de rios e cordilheiras, ela sempre fica encantada quando encontra cidades pitorescas em montanhas. Com Salzburgo, na Áustria, não foi diferente. As paisagens da terra natal de Mozart foram como uma sinfonia perfeita para Bete.

Não fosse a casa de um dos maiores gênios da música, Salzburgo já mereceria a visita pelo impacto visual que causa.

Vista da cidade de dia, com castelo e montanha nevada ao fundo, rio no meio com prédio em volta e árvore em primeiro plano Blog Vem Por Aqui

No topo de uma colina está um dos maiores castelos medievais da Europa, a Fortaleza de Hohensalzburg.

Vista do alto da cidade com castelo destacado no topo de uma colina ao fundo e prédios embaixo Blog Vem Por Aqui

Em volta do rio, prédios em tons pastel se destacam.

Prédios coloridos em frente ao rio

A catedral, a Abadia de São Pedro, as torres da Igreja Franciscana…

Praça com vários banquinhos cheios de pessoas e catedral imponente em frente Blog Vem Por Aqui

Catedral

É possível visitar vários pontos da Cidade Velha antes mesmo de se chegar à Getreidegasse, rua onde nasceu o compositor.

Placas de metal no alto dos prédios na rua em que nasceu Mozart Blog Vem Por Aqui

E, até no passeio pela rua, dá para se perder admirando as placas das lojas em ferro fundido, antes de parar em frente ao prédio em que viveu o compositor, que, hoje, abriga um museu.

Casa Mozart Tourismus Salzburg

Na Cidade Nova outro palácio chama atenção e também está carregado de história musical. Salzburgo aparece em várias cenas de A Noviça Rebelde, mas as imagens que ficaram marcadas são dos jardins de Mirabell.

Vista do alto dos jardins de Mirabell com arbustos coloridos e podados em formas diferentes, como arabescos Blog Vem Por Aqui

O Roteiros Incríveis conta um pouco mais dessa história.

Bete diz ainda que a música é uma presença viva em toda parte. Quando saia à noite, encontrava pessoas tocando vários instrumentos pelas ruas. Num dia viu piano e violino, no outro, a apresentação de um coral.

“Salzburgo é simplesmente linda!

O Vícios de Viagem e o Viajar pelo Mundo captaram essa beleza com propriedade.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *