Ponto de vistaAmérica
04/08/2017 | 1 comentário

El obelisco

Casal no meio da rua, em frente ao Obelisco, de frente um para o outro e de mão dadas, com pessoas passando ao fundo Blog Vem Por Aqui

O Obelisco de Buenos Aires é o destaque da coluna Ponto de Vista de hoje. O monumento, que fica na praça da República, entre as avenidas 9 de Julio e Corrientes, foi inaugurado em maio de 1936, em homenagem aos 400 anos da capital da Argentina, e quase foi demolido dois anos depois. É que a Câmara de Vereadores aprovou um decreto contra a obra, mas a prefeitura não acatou.

O marco é usado hoje como ponto de encontro de manifestantes e como alerta para campanhas sociais, como em 2005, quando ele foi coberto com um preservativo, no Dia Mundial de Luta Contra a Aids.

São 67,5 metros de altura e em cada fachada há uma inscrição. Na sul, está o poema de Baldomero Fernández Moreno em homenagem à obra:

El Obelisco

¿Donde tenía la ciudad guardada

esta espada de plata refulgente

desenvainada repentinamente

y a los cielos azules asestada?

Ahora puede lanzarse la mirada

harta de andar rastrera y penitente

piedra arriba hacia el Sol omnipotente

y descender espiritualizada.

Rayo de luna o desgarrón de viento

en símbolo cuajado y monumento

índice, surtidor, llama, palmera.

La estrella arriba y la centella abajo,

que la idea, el ensueño y el trabajo

giren a tus pies, devanedera.

O casal que aparece em primeiro plano na foto, Vivian e Ralph, passou a lua de mel na Argentina e teve todos os passos registrados por uma fotógrafa muito querida do blog. Ana Amélia Bitar também fez as fotos do meu casamento e do lançamento do Vem Por Aqui.

Há três meses ela se associou ao fotógrafo André Paiva para lançar a Bitar e Paiva Fotografia.

Essas fotos são muito importantes para mim porque são da primeira viagem internacional que fiz com meu sócio. Foi uma experiência muito boa. Fotografamos no centro, na Casa Rosada, no Caminito em Puerto Madero, San Telmo e no Jardim Japones."

No Instagram do blog você confere outras imagens do casal registradas por Ana e André, na terra dos nossos hermanos.

Compartilhe

Comentários

  1. Luiz disse:

    O obeslico não é um simbolo nacional como pensam, grande parte da população não gosta dele por ser um simbolo do colonialismo, e não do povo argentino em si..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *