BalaioEuropa
08/04/2018 | 3 comentários

O que aprendi em um mês na Inglaterra

Em outubro do ano passado recebi uma proposta para passar um mês na Inglaterra estudando inglês.

A Central do Estudante, agência especializada em intercâmbios de Belo Horizonte, me convidou para ir a uma das melhores escolas de idioma do país, o ELC.

Bolsa com vouchers e tags da viagem com nome da Central e de Érika Blog Vem Por Aqui

A ideia era ficar em duas unidades diferentes, em cidades com características distintas, e escrever sobre esses lugares e a experiência.

Mosaico com 4 fotos. Na primeira o prédio do ELC em Brighton e na segunda uma visão panorâmica da cidade. Na terceira o centro de Eastbourne e, na quarta, o prédio do ELC de Eastbourne

A terra da rainha nunca esteve no meu top 10 entre países que fazia questão de conhecer, por isso, mesmo morando um ano na Espanha, não passei por lá.

Não tinha nenhum preconceito contra o Reino Unido, mas estava presa a estereótipos que não me atraiam. Tempo sempre nublado, pessoas muito reservadas, comida pouco criativa…

Como costumo dizer aqui no blog, não há nada melhor para uma viagem do que ter baixas expectativas.

Conheci uma das cidades mais legais das 60 que já visitei pelo mundo. Brighton é uma praia hippie, com uma comunidade mesclada e, apesar de ter menos de 300 mil habitantes, tem um ar cosmopolita.

Em Eastbourne vi a vida passar mais devagar, num lugar simpático e pequeno, também à beira-mar.

Em Londres fiz pequenas maratonas para aproveitar o máximo em pouco dias e, com as escolhas certas, não foi cansativo.

O resumo do que levo dessa experiência é mais ou menos assim:

– A mesma escola, duas unidades e dois jeitos diferentes de ensinar inglês

Mosaico com fotos das escolas, na primeira biblioteca de Brighton, na segunda sala de convivência de Eastbourne, na terceira professor escrevendo no quadro digital e na quarta livros usados nas duas escolas Blog Vem Por Aqui

– 120 horas de aula

Turma da Érika em sala de aula, colega curvado, de costas para o quadro e ela e outros colegas sentados nas mesas e cadeiras Blog Vem Por Aqui

– 30 dias viajando

– Três cidades diferentes

– 25 pontos turísticos

Mosaico com fotos de 15 pontos turísticos de Londres, Brighton e Eastbourne (London Eye, Royal Pavillion, Albert Memorial, Vestidos de Lady Di expostos em Kensington, troca da guarda no palácio de Buckinghan, National Gallery, Brighton Pier, Museu de Ciências, i360, placa em prédio indicando The Lanes, Big Ben, Victoria & Albert e pier de Eastbourne) Blog Vem Por Aqui

– 2 musicais

– A descoberta de uma nova cantora inglesa

Foto de divulgação do show Colors com Grace CarterBlog Vem Por Aqui

– Um festival de cerveja

Cartela com valores para serem riscados no consumo, copo de vidro do festival e folheto com informações Blog Vem Por Aqui

– Mais de 20 restaurantes, bares ou feiras de rua

Mosaico com fotos de vários restaurantes e bares em que Érika esteve e algumas comidas Blog Vem Por Aqui

– Colegas de, pelo menos, 15 de nacionalidades distintas (do Myanmar à Suíça)

Fotos lado a lado com as salas em que Érika estudou e seus colegas em Brighton e Eastbourne Blog Vem Por Aqui

– Aprendizado sobre novas culturas, principalmente asiáticas (você sabia que os coreanos sempre trocam informações sobre seus tipos sanguíneos?)

– Novos amigos

Mosaico com fotos de vários amigos de Érika Blog Vem Por Aqui

– Conclusão de mais um módulo de inglês e melhora na fluência

– Professores criativos e outros nem sempre muito inspirados

– Vontade de morar em Brighton

– Duas famílias inglesas

Montagem de duas fotos lado a lado, na primeira Érika no meio da família de Brighton (Karen e o filho Niall) e na segunda Érika na ponta e o casal (Leia e Mike) ao lado Blog Vem Por Aqui

– Comprar roupas e comidas melhores e mais baratas que no Brasil

– Maior conhecimento sobre o universo vegano

– Visita a lojas e empreendimentos com propostas sociais e sustentáveis

Mosaico com foto de pote de doação do The Real Junk Food Project, fachada do supermercado Hisbe, da perfumaria Eden e da Rainbow Organic Chocolate

– Quebra de paradigmas:

* O tempo pode até ser nublado, mas não é desculpa para ninguém deixar de viver e sair.Pessoas andando na chuva em direção ao pier de Eastbourne Blog Vem Por Aqui

Prepara a sombrinha e ‘vambora’!* A comida depende sempre de quem prepara. Encontrei pratos ingleses bem gostosos e, mesmo na menor cidade, havia restaurantes de várias nacionalidades.

Mosaico com quatro fotos de comidas, sanduíche de bacon, frango com milho e batatas fritas, jantar completo com travessa com vegetais e frango, outro jantar completo com travessa com carnes, com batata e com Yorkshire Pudinng Blog Vem Por Aqui

Tive refeições bem variadas nas casas em que fiquei

* Quanto às pessoas, a maioria foi muito acolhedora e simpática.

A viagem acaba hoje, mas ainda tem muito pano pra manga, vou contar como foi estudar no ELC, as diferenças da escola de Brighton para a de Eastbourne e falar um pouco de Londres.

Compartilhe

Comentários

  1. Mário Pinheiro disse:

    Olá tudo bem? Sou professor de inglês. Muito ilustrativa sua experiência, however eu gostaria que você compartilhasse como foi a experiência em relação o seu core objetivo, que foi aprimorar o inglês.
    Tal informação me serve de feed back para meus alunos.
    Um abraço.

    1. Érika Gimenes disse:

      Oi Mario, no post de amanhã vou falar sobre isso. Abs

  2. PSPO disse:

    Valeu, mui obrigado!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *