Foto: Mateus Castanha
Balaio
12/01/2018 | Nenhum comentário

Oito cidades pequenas e lindas pelo mundo

Uma viajante experiente, que já esteve em 19 países, é quem dá a dica. Para Evanízia Maia, a capital nunca deve ser o único objetivo de um bom roteiro de viagem.

Claro que eu vou, conheço, faço tudo o que tem que fazer, mas eu gosto mesmo é de ficar nas cidadezinhas do interior, porque é lá que o povo está. Gosto de ficar andando, me perder, literalmente, nessas cidades.”

Segundo ela, nos vilarejos é que é possível captar a essência de um país. Evanízia também gosta de viver a rotina local.

Gosto de me hospedar em lugares em que possa cozinhar, visitar ferinhas, passear nos supermercados, sentir o dia a dia.”

Eu, que me considero uma pessoa bem urbana, concordo com ela. As capitais são frenéticas, têm muitos atrativos, exigem muita caminhada e um ritmo mais corrido de férias. No interior dá pra relaxar e ‘entender’ melhor a população.

Lógico que Paris é linda, mas uma das melhores recordações que eu tenho da França é da pequenininha Antibes. O mesmo na região da Rioja, na Espanha. Logroño até tem uma noite animada, mas sem tanto charme, já Laguardia é medieval, menos agitada, mas bastante sedutora.

Érika e o irmão, Igor, sentados em bancos de madeira, uma de frente para o outro, com uma mesa de madeira no meio e casas mediavais atrás com vários carros parados em frente Blog Vem Por Aqui

Ainda que você não tenha a mesma visão e prefira o agito, vai por mim, tamanho nem sempre é documento, vale a pena conhecer as menores partes do todo.

Segue, então, uma lista com as oito cidadezinhas, vilas ou povoados mais encantadores que apareceram no blog:

***Clique nos nomes para ler os posts originais

Rotemburgo – Alemanha – Saudades do Natal? Passe em Rotemburgo. Essa cidade alemã tem um museu dedicado ao tema. Um hotel tradicional também faz sucesso entre os turistas.

Cidade enfeitada com luzes de Natal e casa colonial alemã ao fundo Blog Vem Por Aqui

Albarracín – Espanha – O casamento entre a arquitetura, a geografia e o cuidado em evitar o turismo de massa já fizeram Albarracín ser considerada a vila mais bonita da Espanha.

Vista panorâmica de Albarracín com casas em tons de terra e muralha no alto da montanha Blog Vem Por Aqui

Nobres – Brasil – Cachoeiras, rios e atividades ao ar livre, a natureza é maior o luxo desse município grande em território e pequeno em população (tem menos de 15 mil moradores), do Mato Grosso.

Mulher no fundo do rio segurando um tronco de madeira caído no chão vendo peixes passando Blog Vem Por Aqui

Cully – Suíça – Fica em Lavaux, região que produz os melhores vinhos da Suíça. Menos de 2 mil privilegiados vivem por ali.

Rua estreita com casas dos dois lados e vista para o mar ao fundo Blog Vem Por Aqui

Ponte de Lima – Portugal – A vila mais antiga de Portugal tem cerca 6 mil habitantes e hábitos surpreendentes, como a música suave que toca de manhã, nos alto-falantes, para despertar os habitantes.

Estátua vista de costas do outro lado da rua, diante de prédios da cidade, uma casa de pedra, uma casa de três andares com janelas largas e uma casa baixa de dois andares Blog Vem Por Aqui

Yangshuo – China – É pequena para padrões chineses, tem ‘só’ 300 mil pessoas. A beleza natural de um conjunto de montanhas e uma rua principal com mais de 1.400 anos são os principais atrativos.

Rio com jangadas de bambu na margem de uma delas passando no meio Blog Vem Por Aqui

Provincetown – Estados Unidos – Uma cidadezinha à beira-mar, com elementos da cultura portuguesa e longo histórico de aceitação à diversidade é uma das mais charmosas dos Estados Unidos.

Casas pequenas com uma torre alta e iluminada atrás Blog Vem Por Aqui

Paranapiacaba – Brasil – Esse distrito de Santo André fica no alto da serra e é conhecido pela ligação com a ferrovia e as heranças da imigração inglesa.

Casas vermelhas ao lado de casas maiores em tons de terra com a linha do trem passando atrás Blog Vem Por Aqui

E você? Qual a cidadezinha mais charmosa que já visitou?

 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *